MONTE DA CAPARICA E PRAGAL

Um território de intervenção prioritária devido às suas grandes carências sociais

 
 

90%

das pessoas são realojados, “retornados”, cabo-verdianos, guineenses, angolanos, de etnia cigana, de comunidades piscatórias, de construções clandestinas do concelho e do interior de Portugal, agora todos juntos nos bairros do Monte de Caparica e Pragal.

 

CRIME

no Monte de Caparica e Pragal, persiste o tráfico de armas, tráfico e consumo de droga, carências habitacionais, violência doméstica e desagregação social.

DESEMPREGO

caracterizado por grandes carências sociais, designadamente pelas baixas qualificações escolares, analfabetismo, profissionais com elevados índices de desemprego, e com grande dependência de subsídios sociais.

FAMÍLIAS

com comportamentos aditivos (droga e álcool) e de risco (gravidez precoce, prostituição) com comportamentos disruptivos graves, hétero e autogressivos

CRIANÇAS

em situação vulnerável com mecanismos cíclicos negativos de experiências de vida precoce traumáticas, abandono, perda, maus tratos, abuso (físico, emocional, sexual), com ausência de figuras de referência e distorção grave de modelos de relação. Com alto   absentismo e insucesso escolar.

 

 

 
 
 
 
vertical.jpg
 

MUITAS CRIANÇAS ao saírem da escola ficam totalmente entregues a si próprias e vulneráveis aos perigos dos bairros.